Standard Post with Gallery
Standard Post with Gallery
Standard Post with Gallery

Dermatoscopia

Microscopia com o uso de luz

A dermatoscopia é um método auxiliar clínico não invasivo, que tem como principal indicação a realização do diagnóstico das lesões pigmentadas cutâneas benignas, altamente suspeitas, ou malignas.

O mais utilizado é um aparelho portátil com aumento de 10 vezes, que quando colocado em contato com a pele diante da luz polarizada, permite a visualização da pigmentação das diferentes camadas da pele (epiderme e derme).

O principal benefício da dermatoscopia é o diagnóstico de melanomas iniciais, um tipo grave de câncer de pele, que poderiam não ser visualizados no exame clínico, devido à sua forma regular e cor homogênea nesta fase.

A incidência de melanoma tem aumentado drasticamente nas últimas décadas e a cura do melanoma depende do seu diagnóstico precoce.

A dermatoscopia também ajuda no diagnóstico diferencial de outros tipos de câncer de pele, como o carcinoma basocelular, onde as características dermatoscópicas são específicas.

O método facilita ainda na descoberta de lesões como a queratose seborréica, o dermatofibroma, o hemangioma eruptivo trombosado, além de outras lesões vasculares, evitando procedimentos invasivos, como a biópsia ou a retirada cirúrgica destas lesões benignas.

Hoje em dia, poder ser feito ainda, a dermatoscopia de lesões do corpo todo onde as imagens são documentadas através de câmeras fotográficas acopladas ao dermatoscópio ou câmera de videodermatoscopia. Desta forma, pode-se mapear lesões melanocícias de pacientes que têm indicação do exame. Periodicamente o paciente será submetido a esse mapeamento e a indicação da retirada de lesões suspeitas poderá ser indicada pelo examinador.

Duvidas? Clique aqui e nos envie uma mensagem Acesse nosso Blog
Compartilhe este conteúdo
Conheça um pouco mais da Dermatologia:

DADERM DERMATOLOGIA © 2019 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Website by Melhor Alcance